O Comité Permanente da Comissão Polftica da UNITA saudou os artífices dos Acor­dos de Bicesse, assinados aos 31 de Maio de 1991, pelo fun­dador da UNITA, lonas Ma­lheiro Savimbi, e pelo ex-Pre – sidente da República José Eduardo dos Santos.

Num comunicado distri­buído no final da IV reunião ordinária, orientada por Adal­berto Costa Júnior, o Comité Permanente da UNITA con­sidera que os Acordos de Bicesse “constituem a base da institucionalização do Estado democrático e de direito, que é, depois da Independência Nacional, a segunda maior conquista histórica de todos os angolanos”.

No comunicado, a UNITA diz constatar um agravamento da situação social e económica, com impacto no aumento da pobreza, no surgimento de focos com elevada incidência de fome e de mortes em Luanda, Cunene, Namibe, Hufla, Cuando Cubango, Moxico e Benguela.

Fala, ainda, de um elevado número de crianças atingidas pela subnutrição, a paulatina destruição da classe média, a falência de empresas, o au mento do desemprego, sobre­tudo na juventude, e a agressão sistemática ao Estado demo­crático e de direito.

No entender daquele par­tido, o plano de recuperação da economia, na era da Co – vid-19, está desajustado com o desafio de dinamização da economia, pois as empresas e as famílias têm sido dupla­mente penalizadas, quer pelas restrições impostas pela pan­demia, como pelas medidas de política que não concorrem para o empoderamento da classe empresarial.

O partido do “galo negro” manifesta, ainda, preocupação pela situação que se regista no sistema de saúde do país, com destaque para Luanda, cujos indicadores, de acordo com o comunicado, “são as enchentes nos hospitais, nas morgues e nos cemitérios”.

Fala ainda em “uso abu­sivo, pelo Governo, da con­tratação simplificada”, que considera “um procedimento não transparente”.A reunião aprovou o rela­tório de execução do plano de actividades do primeiro trimestre do ano, o relatório e contas do mesmo período, tendo se congratulado com os níveis de execução e apro­vou o plano de actividades do próximo trimestre.

A reunião foi orientada por Adalberto Costa Júnior no dia 29/05/2021