Excelência Embaixador da Rússia em Angola está totalmente equivocado quanto à UNITA. 

A UNITA não quer mostrar nada mais do que ela é e sempre foi. A UNITA é por Angola e os angolanos e foi assim ontem, hoje e assim será sempre. 

Se a um momento determinado momento da história, os nossos caminhos se cruzaram, foi só porque os senhores pretenderam impor aos angolanos também, a vossa civilização, uma civilização que os vossos próprios vizinhos rejeitaram em bloco, pois logo que por acção de outras civilizações, caiu o muro de Berlin, os russos ficaram reduzidos às suas fronteiras originas, isto é anteriores a 30 de Dezembro de 1922, data da fundação da URSS.

Senhor Embaixador, o conceito de civilização, no contexto em que o usa, em lingua portuguesa e do ponto de vista antropológico e histórico, designa todo um conjunto composto pelo acervo cultural, científico, político, económico e artístico de um povo, distintos e específicos de um povo ou povos que constituem uma Nação.

Os angolanos herdaram sim dos seus antepassados, não apenas a nossa cobiçada terra e seus recursos naturais mas também Princípios, Valores, Usos e Costumes que configuram a nossa própria civilização. 

Senhor Embaixador, não venha para este país com o vosso velho preconceito já amplamente difundido desde os primórdios da nossa independência por um dos vossos representantes em Angola, o Almirante Rosa Coutinho, de triste memória, quando falava de civilizados e indígenas no quadro do falhado processo de transição de 1974/5, do colonialismo para a Independência.

O povo angolano já não aceita esse tipo de “serviços” que consiste em dividir para melhor reinar.

Nós os angolanos pertencemos TODOS à uma única civilização, a angolana e ponto final.

Lil Pasta News, nós não informamos, nós somos a informação

Fonte: Lil Pasta News